Páginas

2 de set de 2011

Oficinas!

PORTO ALEGRE 10/09 – Jogos Matemáticos

Horário: 8h30min
Local: Auditório do Sinpro/RS (Avenida João Pessoa, 919)
Público alvo: professores, coordenadores pedagógicos, alunos e interessados
Inscrição: gratuita
Sugere-se a doação de um livro para a campanha Livro é pra ler, da Fundação Ecarta.
Informações: 51 4009-2970
Apoio: SINPRO
Site:http://www.fundacaoecarta.org.br/conversa/prog_poa_2011

Exploração de pressupostos teóricos relativos à utilização de jogos nas aulas de matemática, como uma forma de propor problemas, de modo a contribuir para o desenvolvimento do pensamento matemático dos alunos. Vivência e análise de situações práticas envolvendo diferentes tipos de jogos, associados à construção de conceitos matemáticos.

Ministrante: Ana Maria Beltrão Gigante, Licenciada em Ciências, pela Fapa, e em Ciências de 1º Grau, pela PUCRS; especialista em Psicologia Piagetiana e o Uso do Computador na Escola, pela UFRGS. Mestre em Educação, pela PUCRS. Presta assessoria a escolas de Ensino Fundamental e Médio, da rede pública e privada. Atuou como professora de matemática em escolas de ensino fundamental e médio, como professora do Curso de Pedagoga da Faculdade de Educação da PUCRS.

24/09 – Contação de Histórias
O conto, na atualidade, é uma das práticas mais recorrentes de recursos para alfabetização da infância e da escolarização infantil, o que o intensifica como uma possibilidade de transposição didática da oralidade e escrita. Os encontros objetivam intensificar a formação continuada dos professores em educação infantil, bem como reconhecer a importância do conto nos processos de letramento.

Ministrante: Valéria Neves Kroeff Mayer, Mestre em Educação pela UFRGS e mestre em Desenvolvimento Regional pela Unisc. Especialista em Educação Especial pela Unisc, graduada em Fisioterapia pela Feevale. É professora da Unisc, contadora de histórias e idealizadora da Oficina O Brinquedo e o Brincar: (re)pensando o lúdico, o terapêutico e o pedagógico; e do Workshop Do ócio criativo ao lúdico no trabalho, onde trabalha por meio da sensibilização, a mobilização de questões pertinentes ao trabalho, à educação, ao aprendizado e à vida.